ALZHEIMER: Cuidar e se Cuidar

ALZHEIMER: memórias roubadas

A Doença de Alzheimer é uma doença limitante que necessita de alguém para cuidar, pois leva o seu portador a uma dependência total. Por sua vez, o cuidador precisa ter a consciência de que necessita se cuidar, uma vez que os cuidados exigidos são muitos e por longo períodos.

1- OBJETIVO

– Trazer ao cuidador dicas relativas à Doença de Alzheimer, dicas de cuidados, e principalmente dicas de autocuidado e prevenção. Quanto mais conhecimento você tiver mais fácil é entender os sintomas, mais fácil lidar com o idoso e mais fácil se cuidar.
– Alertar e estimular o cuidador a se conscientizar da necessidade de cuidar de si mesmo física, emocional e espiritualmente.

2- O ALZHEIMER

– É uma doença neurológica, crônica, degenerativa e que como já disse leva o seu portador a uma dependência total e por longo período de tempo. É uma doença que vai consumindo o idoso e também quem cuida.
Estima-se que hoje já se tenha mais de 50 milhões de pessoas com demência e a previsão para 2050 é de mais de 131,5 milhões de pessoas afetadas. A Doença de Alzheimer é a mais comum de todas as demências e representa cerca de 50 a 60% de todos os casos.
É caracterizada pelo declínio cognitivo persistente que interfere com as atividades sociais e/ou profissionais e não está relacionada com o nível de consciência. Além do déficit de memória, ocorre pelo menos mais uma função prejudicada:
Linguagem, planejamento e execução de tarefas, orientação espacial, abstração, juízo e crítica e alteração de comportamento

ALZHEIMER: se cuidar para cuidar

3- O CUIDADOR

– Infelizmente a grande maioria das pessoas só colocam tranca na casa depois que o ladrão entrou e fez a festa. Ou fazem o seguro do carro depois que o primeiro foi roubado.
A tendência é fazer o mesmo com a saúde, mas infelizmente as consequências são mais devastadoras. Com saúde consegue-se trabalhar e recuperar os bens materiais. Sem saúde o que se consegue? E a que preço?
Se o cuidador não se cuidar provavelmente não será apenas um doente, mas dois doentes.

4- CONCLUSÃO

– Este post é apenas uma ligeira degustação do trabalho a ser desenvolvido. Teremos artigos sobre a Doença de Alzheimer e outras Demências, Dicas de cuidados ao portador e de autocuidado, Dicas de prevenção, afinal veremos que o cuidador tem o fator de risco para o desenvolvimento do Alzheimer, que pode ser prevenido. Teremos também dicas de receitas saudáveis para o cérebro.

5- CONVITE

– Cuidador familiar ou profissional de pessoas portadoras de Alzheimer você quer saber mais sobre a doença? Conhece pessoas que vem enfrentado dificuldades com seus familiares que apresentam Alzheimer?
Convido você a seguir as postagens e compartilhar nas redes sociais com os que convivem com esse mesmo problema.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *